Pensar a Escrita... com Joaquim Correia Bernardo

Pensar a Escrita... com Joaquim Correia Bernardo

Cultura
17 Mai 2019 21:30 Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva
Joaquim Manuel Correia Bernardo, depois de terminar seus estudos secundários no Liceu de Santarém, ingressou na Academia Militar, onde concluiu a licenciatura em Ciências Militares.
Colocado como Oficial na Escola Prática de Cavalaria, desempenhou funções ligadas à formação dos Cursos de Oficiais e Sargentos Milicianos, bem como à dos futuros Oficiais e Sargentos do Quadro Permanente da Arma de Cavalaria.
Como Coronel foi Chefe do Distrito de Recrutamento e Mobilização de Santarém e, mais tarde, subdiretor da Direção de Recrutamento, em Lisboa.
Em 1968, com o posto de Capitão, é mobilizado para o Ultramar com destino ao teatro de operações da Guiné onde é ferido gravemente em combate, sendo evacuado para o Hospital Militar de Lisboa e posteriormente para a Alemanha onde fez a sua reabilitação.
A publicação do decreto-lei n°355/73, de 13 de julho, vem encontrá-lo na chefia do Gabinete de Estudos da EPC-Escola Prática de Cavalaria e é no exercício dessas funções que acompanha o desenrolar dos acontecimentos que culminam no "25 de abril de 1974", organizando e coordenando toda a ação da EPC, no seio do Movimento dos Capitães.
Depois da sua passagem à situação de reforma foi, durante quinze anos, membro da Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, ocupando-se das áreas da juventude e do património cultural.