Pregões das Varinas

Bairro dos Pescadores | 4500-606 Silvalde 40°59'40.0"N 8°38'43.3"W

Descrição

As vareiras de Espinho, tal como as de todo o país, apregoam, pelas ruas da cidade e freguesias, peixe pescado pelos seus homens na companha.
É típico e vulgar vê-las andar descalças e de canastra à cabeça, rua abaixo rua acima, apregoando....

Alguns dos pregões mais utilizados pelas vareiras:
  • Peixinho fresquinho...É do nosso mar...
  • Venha ver freguesa...
  • É carapau...É vivinho a saltar...
  • É do nosso mari...
  • Carapau vivo...
  • É do nosso mari...É d’Espinho viva...
  • Ó que rica sardinha!...
  • É grande com cabala!...
  • Chicharro vivo!...
  • Ó que rico biqueirão!...
  • Sardinha viva do nosso mari!...
  • Ó que ricos linguados!...
  • Ó rica santa, não me compra nada?...

Características

Não serão desconhecidos estes pregões, contudo eles são ditos com tal genuinidade e entoação, funcionando como uma campainha de aviso, para quem quer consumir esta dádiva do mar...